Seu Browser não suporta JavaScript!
TJBA Radio
Rádio TJBA RÁDIO TJBA
Selo Justiça
Facebook Twitter Youtube Flickr Instagram

Presidente do TJBA inaugura mais 144 novas Salas Passivas na Bahia

Texto: Ascom PJBA / Fotos: Ascom PJBA

Compartilhar:
Imagem Galeria
A inauguração das Salas Passivas reforça os esforços do TJBA para a democratização e a facilitação do acesso à justiça.

O Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), Desembargador Nilson Soares Castelo Branco, inaugurou 144 Salas Passivas na Bahia, em cerimônia virtual. O objetivo é engajar as comarcas do interior no processo de democratização da tecnologia, o que torna os ambientes mais inclusivos e diminui as barreiras para um efetivo acesso à justiça.  

A cerimônia ocorreu na terça-feira (14) e marcou a solidificação do projeto de inclusão digital, idealizado pela Presidência do TJBA, em parceria com os seguintes setores: Diretoria de 1º Grau, Secretaria de Administração (Sead), Secretaria de Tecnologia da Informação e Modernização (Setim) e Secretaria-Geral da Presidência (SGP). 

Em seu discurso, o Presidente do TJBA enfatizou que o acesso à justiça, de forma digital, proporciona maior alcance demográfico e operacional. ‘’A cada dia que passa, o Poder Judiciário e o Conselho Nacional de Justiça abrem veredas para a democratização do Poder Judiciário e da justiça’’. 

Já a Desembargadora Cynthia Maria Pina Resende, Coordenadora de Apoio ao 1º Grau do TJBA, destacou que as Salas Passivas promovem celeridade e aumento de eficiência na resposta da justiça ao cidadão, o que garante a duração razoável dos processos, traz aumento da produtividade na prestação jurisdicional, reduz custos e apresenta maior facilidade de acesso ao serviço. 

“Nessa linha inclusiva, também estamos com o Programa Justiça para Todos, no qual firmamos convênios com Prefeituras das cidades onde não existem fóruns para garantir a instalação de um ponto de inclusão digital similar à sala passiva’’, declarou a Magistrada. 

As salas passivas são espaços físicos reservados para a realização de atos processuais por meio de videoconferência, especialmente depoimentos e audiências. Nesses locais, os usuários têm disponível o Serviço Digital Assistido, ou seja, atendimento presencial destinado ao jurisdicionado. 

O Assessor Especial da Presidência I, Juiz Ícaro Almeida Matos, ressaltou que boa parte da população brasileira não tem acesso à internet, por isso a inclusão digital precisa estar na agenda de prioridade dos poderes como uma política pública. 

‘’No TJBA, este foi, sem dúvidas, um dos grandes desafios assumidos nesta gestão, sobretudo porque o nosso estado tem uma extensão territorial imensa. Mas esse desafio foi assumido e tem sido objeto de preocupação e empenho por parte de todos. E a prova disso são as instalações das diversas salas passivas nas comarcas do estado’’, declarou o Juiz Ícaro Almeida Matos.  

Na mesa virtual, estavam presentes, além do Presidente Nilson Soares Castelo Branco, a Coordenadora de Apoio ao 1º Grau e dos projetos de implantação do Juízo 100% Digital e Núcleo de Justiça 4.0, Desembargadora Cynthia Maria Pina Resende; o Assessor Especial da Presidência I, Juiz Ícaro Almeida Matos; o Juiz Humberto Nogueira, representando a Primeira Vice-Presidência do TJBA; o Coordenador da Secretaria Virtual, Juiz Raimundo Braga; a Chefe de Gabinete da Presidência, Tuany Andrade; o Secretário-Geral da Presidência, Franco Bahia Karaoglan Mendes Borges Lima; e a Diretora de Primeiro Grau do TJBA, Viviane Anunciação.

Descrição da imagem: print de tela com o rosto de participantes da solenidade virtual de  inauguração [fim da descrição].

#pracegover #paratodosverem 

Compartilhar:
Imprimir