Seu Browser não suporta JavaScript!
TJBA Radio
Rádio TJBA RÁDIO TJBA
Selo Justiça
Facebook Twitter Youtube Flickr Instagram

PJBA instala válvulas bloqueadoras de ar em Unidades

Texto: Ascom PJBA

Compartilhar:
Imagem Galeria

O Poder Judiciário da Bahia (PJBA), instalou em 08 unidades da Corte, uma válvula que bloqueia a entrada de ar que chega no hidrômetro. A tecnologia faz com que o ar retorne a tubulação da rua sem ser contabilizado, ou seja, fazendo com que o PJBA pague somente pela água consumida e não mais pelo volume de ar.

A iniciativa da instalação, surgiu do servidor Manuel Inácio Cerqueira Suzart, Oficial de Justiça. Na oportunidade, como sindico do condomínio que residia, resolveu fazer uma pesquisa, onde verificou que o consumidor paga pelo ar, como se fosse água, pois além da água vem o ar, fazendo o hidrômetro disparar. Com a instalação dessa válvula, o PJBA terá uma redução significativa nas contas de água.

De acordo com a Fabricante do produto instalado, a vida útil do mesmo é de aproximadamente 20 anos, assim, gerando um retorno considerável a longo prazo, o produto selecionado não enferruja e não se faz necessário manutenções.

As Unidades contempladas foram: Galpão Mussurunga; Fórum Imbui; 1° Vara da infância e juventude (Antigo centro médico); Casa do serventuário; Fórum Orlando Gomes; Fórum das Famílias; Fórum Criminal – Prédio Sede; Fórum Criminal – VEP.

A Coordenação de Unidades Descentralizadas encaminhará expediente orientando todas as comarcas do interior a adotarem a mesma medida.

A atual gestão do Desembargador Lourival Almeida Trindade, sensível a atual crise financeira, continua em busca de soluções que possam otimizar os recursos públicos, a fim de garantir uma justiça mais acessível e transparente à população baiana, além de ser o maior incentivador de boas práticas.

Nesse sentido, a administração informa que está a inteira disposição para receber sugestões de medidas inovadoras, como a proposta pelo Oficial de Justiça, imediatamente implementada pela gestão, por entender que a construção da Justiça dos Novos Tempos passa pela atuação conjunta de servidores e magistrados, que se esforçam diariamente pela melhoria dos serviços.

O PJBA já alcançou, por meio de uma política de austeridade e otimização dos gastos dos recursos públicos, iniciada em fevereiro deste ano, uma marca histórica na redução de despesa, no valor de mais de R$ 100 milhões para o ano de 2020, conforme dados das Secretarias que compõem a estrutura administrativa da Corte.

A economia é fruto de uma ação coordenada, na revisão dos contratos de prestação de serviços e de contenção de diversas despesas, iniciada em fevereiro e intensificada após a edição, pela Mesa Diretora, do Ato Conjunto n° 006, de 1º de abril de 2020, que estabeleceu medidas para a redução, racionalização, contingenciamento, contenção, monitoramento e controle das despesas de pessoal e custeio, no âmbito do Poder Judiciário da Bahia.

Compartilhar:
Imprimir