Seu Browser não suporta JavaScript!
TJBA Radio
Rádio TJBA RÁDIO TJBA
Selo Justiça
Facebook Twitter Youtube Flickr Instagram

DPG realiza cadastro de servidores interessados em participar dos mutirões de triagem do Unijud Digital

Texto: Ascom TJBA

Compartilhar:
Imagem Galeria

A Diretoria de 1º Grau (DPG) do Tribunal de Justiça da Bahia está realizando cadastro de servidores que tenham interesse em participar dos mutirões de triagem, para atuação no Projeto Unijud Digital. Instituído pelo Decreto Judiciário nº 643/2018, a iniciativa busca reunir a base de dados atualmente dispostas em quatro sistemas (PJe, SAJ, Projudi e Saipro) em uma única plataforma, com a implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe) em todas as unidades não criminais da Estado até o final de 2020.

O Unijud Digital consiste em uma prioridade para o Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Desembargador Gesivaldo Britto. Com o objetivo de viabilizar os mutirões, a DPG busca por servidores com conhecimento das fases e fluxo de processos de competência cível e, preferencialmente, com compreensão jurídica. As equipes serão responsáveis pela triagem do acervo geral das varas, separando os processos físicos a serem recolhidos para digitalização em unidades judiciárias cíveis de 1º grau em todo o Estado da Bahia.

Os servidores interessados em participar devem entrar em contato com a Diretoria, através dos telefones(71) 3372-7768 e (71) 3372-9620, ou por meio do endereço eletrônico triagemdpg@tjba.jus.br. O postulante à vaga deverá enviar a autorização do magistrado ou chefia responsável, por e-mail direto ou ofício assinado, para fins de confirmação do cadastro do servidor. Em caso de contato por telefone, o servidor deverá procurar por Marcela Rangel.

O Tribunal de Justiça disponibilizará vans que sairão do edifício-sede tribunal, no CAB, para deslocamento até as comarcas. Os servidores farão jus à percepção de diárias, para atender as despesas com alimentação e hospedagem, em valores fixados proporcionalmente ao seu subsídio ou vencimento, conforme disposto no Decreto Judiciário nº 183/2018.

Compartilhar:
Imprimir