Rádio TJBA RÁDIO TJBA

Sala de
Imprensa

Notícias




4ª Vara da Infância e Juventude de Salvador divulga lista dos inscritos no Processo Seletivo de Credenciamento dos Agentes Voluntários

Texto: Ascom TJBA

Compartilhar:

A lista dos inscritos para o Processo Seletivo de Credenciamento dos Agentes Voluntários de proteção à Criança e ao Adolescente, promovido pela 4ª Vara da Infância e Juventude da Comarca de Salvador, foi divulgada terça-feira (13).

A relação dos selecionados foi publicada pela Juíza Titular da unidade, Ivana Carvalho Silva Fernandes, por meio do Edital nº 02/2018. O processo seletivo foi instaurado para o credenciamento de 64 vagas de Agentes Voluntários de Proteção à Criança e ao Adolescente e terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Clique aqui e acesse o Edital nº 02/2018

Caso exista necessidade, o candidato poderá apresentar recurso a comissão do certame no prazo de cinco dias contados a partir da publicação do resultado, de acordo com o item 4.1 do Edital nº 01/2018, documento que disciplina a seleção.

Clique aqui e acesse o Edital nº 01/2018

As inscrições para as vagas aconteceram entre 17 de setembro e 16 de outubro deste ano, mediante o envio de um formulário de solicitação devidamente preenchimento para o e-mail inscricaoagentes4vij@tjba.jus.br.

Os nomes citados no documento divulgado terça-feira passaram para a primeira das três etapas do processo seletivo. A primeira delas consiste em uma prova de conhecimentos gerais e específicos, de caráter eliminatório e classificatório, de conhecimentos gerais e específicos em torno das diretrizes estabelecidas pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, além das normas de atuação aos Agentes Voluntários.

O candidato será convocado, mediante edital que será afixado no átrio do Fórum da 4ª Vara da Infância e Juventude da Comarca de Salvador, e deverá comparecer no dia, hora e local designado para a realização da prova de seleção. Estas circunstâncias ainda não foram definidas. Em seguida, os selecionados nesta etapa serão submetidos a uma entrevista, de caráter eliminatório, a ser realizada pelos membros da Comissão Examinadora.

O objetivo deste procedimento consiste em avaliar a intenção, o perfil, a idoneidade moral e a conduta ilibada do candidato. Estes são pré-requisitos imprescindíveis para o exercício das atribuições inerentes à função de Agente Voluntário de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Por fim, os candidatos aprovados nas duas primeiras etapas serão convocados, por meio de edital, a participar da fase de treinamento e atividades práticas. A ausência do candidato na fase de treinamento e atividades práticas será entendida como desistência.

Compartilhar:
Imprimir