Publicado em 20/08/2019 às 18h51

Magistrados participam de curso sobre psicologia do testemunho

 

As aulas foram ministradas pelos professores Lilian Milnitsky Stein e William Weber Cecconello

Auxiliar o desempenho dos atores jurídicos na obtenção de depoimento confiável das vítimas. Esse foi o intuito do curso “Contribuições da Psicologia do Testemunho na Prática Jurisdicional”, realizado na sede da Universidade Corporativa (Unicorp) do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) na quinta (15) e sexta-feira (16).

A ação educativa foi promovida pela Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ), que tem à frente a Desembargadora Soraya Moradillo, em parceria com a Unicorp, unidade coordenada pela Juíza Assessora Especial da Presidência II – Assuntos Institucionais.

As aulas foram conduzidas pelos Formadores Lilian Milnitsky Stein e William Weber Cecconello. A Docente é Ph.D em psicologia cognitiva, Doutora em Psicologia, Mestre em psicologia cognitiva aplicada e Pós-graduada em Psicologia. Já o Professor, é Doutorando e Mestre em psicologia, com ênfase em cognição humana. Além disso, desenvolve pesquisas e ministra treinamentos na área de psicologia do testemunho.

Direcionado a Magistrados, preferencialmente, das Varas Especializadas da Infância e Juventude, a Defensores Públicos, Promotores de Justiça e Delegados de Polícia, o curso visou possibilitar o debate e aperfeiçoamento do tema, a partir de técnicas fundamentais da ciência, denominada de psicologia do testemunho.

“O importante é chegar o mais próximo do que as pessoas vivenciaram e como as situações, da maneira mais fiel possível, podem ser resgatadas”, explicou a Facilitadora Lilian Stein.

Na ocasião, foram trabalhados transcurso do tempo, a forma como as perguntas devem ser feitas às vitimas e a coleta de depoimento especial, que envolve crianças e adolescentes. De acordo com Lilian, as aulas foram desempenhadas de maneira teórica e prática, resultando na troca enriquecedora de conhecimento. “Turma excelente e participativa”, pontuou.

O professor William Cecconello elogiou a iniciativa da Unicorp e demonstrou satisfação em ter a oportunidade de ministrar as aulas, pois, segundo o docente, a busca é contínua pela atualização do comportamento humano.

Texto: Ascom TJBA