Publicado Quarta-feira, 27 Abril 2016 14:00

Cotegipe ensina como economizar e se une à rede de comarcas alinhadas com decreto da Presidência

Imagine diminuir o consumo mensal de água de R$ 2,4 mil para exatos R$ 396 em um espaço de um ano. Como? “Trocando o registro de entrada de água, diminuindo assim a vazão em 25%, ou seja, mantendo aberto em um quarto de sua capacidade. Também, dimensionando a caixa de distribuição de água”, ensina Marcos Alberto Oliveira, administrador do fórum de Cotegipe, no extremo oeste da Bahia.

A organização e a dedicação do servidor fizeram da comarca uma referência na contenção de custos, exatamente como determina o Decreto Judiciário 246, referente à redução de despesas pelas unidades gestoras, baixado pela presidente Maria do Socorro Barreto Santiago no início de abril.

O gerenciamento da rotina não se limita ao desperdício da água. Energia elétrica, material de expediente, de higiene e de cozinha, como copo descartável e pano de prato, passam por um rígido controle a partir de planilhas no programa Excel, devidamente alimentadas mês a mês.

Outra dica, dessa vez para reduzir o tempo de uso de aparelhos de ar condicionado: “Considerando que nas primeiras horas do dia a temperatura é amena, abri um pacto com os colaboradores no sentido de ligar os aparelhos de ar condicionado a partir das 10 horas. A ação representa uma economia de, aproximadamente, 40 horas de consumo de energia elétrica por mês”.

Sustentável - Desde 2008, a comarca desenvolve ações de contenção de gastos dentro do modelo de gerenciamento, no qual todas as demandas de custos da unidade são mapeadas e padronizadas. Tudo isso para provocar um ambiente de trabalho produtivo e sustentável, ao mesmo tempo que são verificadas as necessidades para o bom funcionamento do fórum de Cotegipe.

Marcos Oliveira fez questão de enviar as tabelas com os dados computados ao longo de 2015, além de tabelas com dados, indicadores e metas para melhor visualização do processo.

A proposta de gestão do fórum se alinha com as diretrizes do Programa MAIS (Movimento de Ações Integradas em Sustentabilidade), de 2013, que se preocupa em dar maior eficiência à utilização dos recursos públicos otimizando os gastos do Tribunal. As campanhas buscam, além da racionalização de recursos, o incentivo de pequenos gestos e atitudes de preservação para fazer a diferença e criar um mundo mais equilibrado.

Texto: Ascom TJBA / Foto: Divulgação

  • Voltar

(71) 3372-5689

5ª Av. do CAB, nº 560. Salvador/BA - Brasil - CEP 41745-971

Redes Sociais

           

APPTJBA MOBILE