Comissão divulga lista com as 10 melhores redações

A Comissão Julgadora do Concurso de Redação divulgou a relação dos textos classificados nos dez primeiros lugares.

Com o tema Cidadania e Justiça: Eu Pratico, o concurso teve 104 inscritos e integrou a programação pela passagem do Dia do Servidor, em 28 de outubro.

A primeira colocada foi Maura Calmon Costa, de 53 anos, oficial do cartório de Registro Civil com funções notariais no distrito judiciário de Mataripe, em São Francisco do Conde, no Recôncavo Baiano.

Maura ganhou uma hospedagem, com direito a acompanhante, durante um final de semana em um hotel do Complexo Costa do Sauípe.

Veja aqui o texto da redação campeã.

Em segundo lugar, ficou Ana Cláudia dos Santos Freitas; em terceiro, Gláucia Maria de Oliveira Schlang Alves. As servidoras ganharam dois notebooks.

Veja as redações classificadas em 2º lugar e em 3º lugar.

Também foram divulgados os textos das outras sete redações:

4º lugar -  Maria Stella Batista Neves Sampaio
5º lugar - Anderson de Souza Sena
6º lugar - Maria Almeida Dantas Poletti
7º lugar -  Diogo Cerqueira Figueiredo
8º lugar - Joedeson Alves Cortes
9º lugar - Marília Pereira Marques Marinho
10º lugar - Roberto Costa da Conceição

O concurso teve como objetivo estimular as reflexões dos servidores sobre as relações entre Justiça, Cidadania e as atividades cotidianas no Judiciário baiano, além de reconhecer as suas boas práticas.

Letras - A comissão julgadora do concurso foi formada por servidores do Tribunal de Justiça da Bahia e professores do Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia.

As 104 redações concorrentes foram corrigidas pela professora universitária e servidora do Tribunal de Justiça, Maria de Lourdes Siqueira, mestra em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e pós-graduada em Literatura Portuguesa pela Universidade Nacional de Lisboa.

A professora Maria de Lourdes corrigiu e atribuiu notas para todas as redações enviadas.

Foram encaminhadas as 30 melhores aos professores do Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia, que também integraram a comissão julgadora: as professoras doutoras Antonia Herrera, diretora do Instituto de Letras, e Lívia Natália Santos, Adjunto I de Teoria da Literatura, e o professor Antonio Eduardo Laranjeiras, doutor em Teoria e Crítica da Literatura e da Cultura.

Texto: Ascom TJBA

  • Voltar

(71) 3372-5686 / 5689

5ª Av. do CAB, nº 560. Salvador/BA - Brasil - CEP 41745-971

Redes Sociais
APPTJBA MOBILE