Notícias

Sobre o Tribunal de Justiça da Bahia

Instalado em 1609 com o nome de Tribunal de Relação do Estado do Brasil, também chamado de Relação da Bahia, o órgão tinha a função de atuar de forma colegiada, para diminuir os poderes dos ouvidores do Brasil. A denominação de Tribunal de Justiça do Estado da Bahia foi adquirida somente com a Constituição Federal de 1946. O Chefe do Judiciário salienta que a longevidade do TJBA é comprovada e reconhecida pelo Tribunal de Boston, nos Estados Unidos.

O TJBA, cuja sede está localizada, desde março de 2000, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, conta com 60 Desembargadores, além 8.673 servidores ativos, entre os quais 599 magistrados. "Serve o Tribunal de Justiça da Bahia como exemplo para todas as demais Cortes, porque durante toda essa existência, longa existência, sempre manteve o seu padrão de comportamento ético e moral como instituição de uma nação", concluiu o Presidente Gesivaldo Britto.

Vale ressaltar que o Tribunal de Justiça da Bahia alcançou pela segunda vez a categoria Ouro no Selo Justiça em Números, uma premiação concedida pelo Conselho Nacional de Justiça desde 2014 e que destaca os tribunais que mais investem na excelência da produção, gestão, organização e disseminação de suas informações administrativas e processuais.

Na pontuação total, em 2018, o Judiciário baiano alcançou a marca de 85,17%, um resultado que representa aumento de 14,49% sobre os números obtidos no ano anterior. Satisfeito com a conquista, o Presidente do Tribunal, Desembargador Presidente Gesivaldo Britto, reafirmou o compromisso em manter a qualidade da informação prestada, além de reforçar os investimentos no 1º Grau e também no 2º Grau. Para ele foi uma honra ficar entre os três Tribunais Estaduais de médio porte que receberam o Selo Ouro.